7 de fev de 2017

{Resenha} O Enfermeiro - Machado de Assis


Olá, meus amores. Tudo bem com vocês?
Venho hoje falar a respeito deste conto maravilhoso que é O Enfermeiro. Composto por apenas 6 páginas e escrito pelo renomado escritor brasileiro Machado de Assis, o conto encontra-se presente na coletânea “Várias Histórias”, publicada em 1896, junto de outros quinze contos do autor.

O conto mostra-nos um homem bem-intencionado e paciente ir de encontro ao seu limite mental e físico quando o mesmo aceita prestar assistência a um velho coronel ranzinza. Com um enredo intrigante do princípio ao fim, Machado nos prende e nos instiga a cada palavra escrita.
Já de início o narrador-protagonista do conto revela que fará um relato em relação ao que se deu com ele em 1860. Dando a entender, pelo modo de sua fala, que esse relato tratar-se duma confissão, levando em conto que o narrador está à beira da morte e pede que não se revele nada enquanto não partir desse vida. O que causa ao interlocutor curiosidade e interesse imediatos pela estória. 
O protagonista do conto é Procópio. Este possui 42 anos e após um período trabalhando como ajudante de um padre em Niterói, torna-se enfermeiro de um rico coronel. A princípio, Procópio aparenta ser um homem paciente, dócil e prestativo. Com o decorrer do conto, suas caraterísticas mentais passam por diversas metamorfoses. Procópio torna-se frio, impaciente e rancoroso, por conta das perversidades que sofre nas mãos de seu senhorio. 
O antagonista é o Coronel Felisberto. Um velho rico muito rabugento, ranzinza, violento e de temperamento forte. Felisberto era odiado por todos, nem seus próprios amigos o suportavam. O coronel além de cruel era também suasório. 

Matheus Nachtergaele e Paulo Autran em cena do filme.

O conto passa a visão de que não existem pessoas totalmente boas ou tão-somente más, vivemos períodos em que podemos ser considerados benevolentes e outros em que somos julgados como o antônimo disso. Além disso, apresenta o ponto de vista de que nós, seres humanos, somos alvos constantes da alto-ilusão. O que podemos concluir a partir dele é que não importa qual seja a realidade, nós construímos a nossa própria verdade a partir daquilo que nos convém. O desfecho da estória mostra como o ser humano pode ser egoísta e facilmente iludido. Mostra-nos como mentimos diversas vezes pra nós mesmos e acreditamos em nossa própria mentira.
O conto possui certo tom de mistério e um leve ar sombrio que surgem logo no primeiro parágrafo. Ele instiga e desperta diversos questionamentos ao término da leitura. 
Vale muito a pena ler e tirar sua próprias conclusões. Para quem se interessar, o conto está disponível  aqui.
O conto também possui uma curta metragem muito interessante e bem feita, disponível aqui
Onde comprar o livro: Amazon, Saraiva, Submarino.

Comente se gostou do post e se se interessou pela história. Já leu? Conte-me o que achou. 
Obrigada pelo seu tempo <3. 
Beijos, Jess.

40 comentários:

  1. Oie, tudo bom? Adoro os contos de Machado de Assis, amo sua ironia e sarcasmo, é o escritor da literatura brasileira clássica que mais gosto, pois não aguento aquele romantismo meloso! Esse conto é muito legal e transmite uma mensagem muito interessante!
    beijão
    http://otomescriativas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mary. Estou ótima e você?
      O Machado é incrível mesmo. A escrita dele é impressionante e os temas que ele aborda são muito interessantes.
      Obrigada pelo comentário.
      Beijos.

      Excluir
  2. Oiii, tudo bem? Machado sendo Machado, tem como ser coisa ruim???? óbvio que não!! São perfeitos e intensos os livros dele, ainda não consegui achar nenhum defeito nos livros dele, até o mistério do livro de Dom Casmurro não é um defeito. Conheço tantos Procópios por aí....
    Adorei a resenha, parabéns pela escrita.
    Beijoss
    gabrielavenuto.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gabriela. Bem e você? É, realmente não tem como. Ele sempre consegue superar nossas expectativas.
      Muito obrigada, fico feliz em saber que gostou <3...
      Beijos.

      Excluir
  3. O livro parece ser muito bom! Afinal, Machado é Machado, né?
    Gostei da resenha.
    Beijos ♥

    www.meumundonofundo.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Maiara.
      Com certeza, os trabalhos do Machado são únicos.
      Obrigada <3
      Beijos.

      Excluir
  4. Olá! Nossa, vou te falar que é o primeiro post de resenha que vejo falar de clássicos da literatura brasileira. Li este conto na adolescência, época em que era viciada em desbravar clássicos... Seu texto me deu vontade de reler os contos machadianos! Parabéns

    bjos

    Inajara

    www.vintageandgeek.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Inajara. Temos que dar o devido reconhecimento aos clássicos, não é mesmo?
      Muito obrigada, fico feliz que tenha te inspirado a reler.
      Beijos.

      Excluir
  5. Amei a resenha! Também gosto de fazer resenhas de contos curtos. E você citar Machado de Assis ah não teria como eu não gostar, sou fã da escrita. Muito bom ver em blogs falando da nossa literatura. Parabéns!
    bjs
    www.simplesmenteciana.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Ciana. Muito obrigada. Que bom saber! Vou dar uma olhada nas suas então.
      Beijos.

      Excluir
  6. Eu amo Machado! Amo a sinceridade de Machado! Amo que ele seja a frente do seu tempo! Amo seu ironismo... Enfim, amo Machado!!
    E esse conto é um dos meus favoritos, adorei a sua resenha, meu deu até vontade de reler.
    Beijos ;*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Também amo os trabalhos dele. São simplesmente incríveis.
      Muito obrigada.
      Beijos.

      Excluir
  7. Não acredito que ainda não li este conto, adoro os livros do Machado de Assis e tenho certeza que vou gostar desse conto também. Achei muito bacana você trazer o melhor da literatura brasileira para o blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Ana. Com certeza você irá amar. Não deixe de lê-lo.
      Obrigada.
      Beijos

      Excluir
  8. Eu não conhecia, mas fiquei com muita vontade de ler! Eu adoro os livros do Machado de Assis mas nunca li nenhum conto dele! Vou atrás de alguns para começar a ler! Valeu pela dica. Beijos :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Deborah. Os contos dele são de tirar o fôlego. Você não vai se arrepender.
      Por nada. Obrigada pelo comentário.
      Beijos.

      Excluir
  9. Machado é realmente um clássico da literatura brasileira. Sempre gostei muito desse tipo de livro, mas não cheguei a ler essa obra em específico. Com certeza vai entrar pra minha lista e vou lê-la assim que tiver um tempinho. Beijos e sucesso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Thaís. Leia mesmo, vale a pena. Você irá amar.
      Obrigada pelo comentário.
      Beijos.

      Excluir
  10. Olá!
    Machado é um dos meus autores brasileiros favoritos. Nunca li este conto, pois, como estudei muito sobre a vida do autor no Ensino Médio e em três períodos da faculdade falei que ia evitar ler suas obras por um tempo para não acabar com raiva dele hahaha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Juki. Ler Machado é muito bom, mas tudo com moderação, não é mesmo? hahaha. Descanse um pouco dele. Quando a saudade bater, você dá uma lida.
      Obrigada pelo comentário.
      Beijos.

      Excluir
  11. Nossa eu li esse conto há muitos e muitos anos ! Nem lembrava dele direito, mas é muito legal! Toda a obra de Machado de Assis é muito interessante. Gostei da escolha do conto pra fazer uma resenha, ficou ótima! Fiquei super curiosa pelo curta metragem, depois vou assistir.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Evee. O conto é muito bom mesmo. O Machado nunca erra.
      Muito obrigada. Assista, eu gostei bastante.
      Beijos.

      Excluir
  12. Gosto muito das obras do Machado de Assis, tenho um livro que tem esse conto, não me lembrava direito dele, mas lembrei que tinha por aqui.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Vanessa. Também gosto bastante. Que ótimo! É sempre bom ter livros de contos para ler um ou outro quando bate aquela vontade.
      Obrigada pelo comentário.
      Beijos.

      Excluir
  13. Olá, tudo bem?
    Gosto muito de Machado de Assis, mas vou confessar que não conhecia esse conto.
    Pela sua resenha deu para perceber que ele é bom apesar de curtinho. Vou ver como adquirir a obra. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, tudo ótimo e com você?
      Sim, ele é curto, mas consegue ser extremamente satisfatório.
      Obrigada pelo comentário. Beijos.

      Excluir
  14. Oi Kamylle,
    Valeu pela dica. Já baixei o conto para ler.
    Beijos, André
    Garotos Perdidos || Participe do sorteio de 2 livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, André. Tudo bem?
      Por nada. Você vai adorar. Ah, e a propósito, meu nome é Jéssica, não Kamylle hahaha.
      Obrigada pelo comentário.
      Beijos.

      Excluir
  15. Oieee
    Já li esse conto e adorei... Machado é o máximo né?!
    O curta metragem com certeza vou assistir, fiquei bem curiosa!
    Parabéns pela sua resenha, ótima escolha :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Priscilla.
      Com certeza, ele é mesmo. Assista sim, é muito boa.
      Muito obrigada <3
      Beijos.

      Excluir
  16. Machado de Assis é sensacional! Já conhecia o conto e o curta. Sua resenha ficou muito boa! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Strawk. Tudo bem?
      Concordo plenamente. Ele é incrível.
      Muito Obrigada.
      Beijos.

      Excluir
  17. Olá, eu ainda não tive a chance de ler este conto do autor, mas sua resenha me deixou mega curiosa para saber o final do protagonista *-* Dica anotada.

    Meu Mundo, Meu Estilo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Jéssica. Tudo bem?
      Ah que bom. Fico feliz em saber. Você vai adorar conto!
      Obrigada pelo comentário.
      Beijos.

      Excluir
  18. Oie
    nossa, eu li uns dois livros do autor no colegial mas não me recordo de anda, esse parece ser bem interessante, bela resenha e dica

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Catharina. Tudo bem? Então corre para ler. Não vai se arrepender, tenho certeza. Muito obrigada. Beijos, volte sempre.

      Excluir
  19. Sempre que vejo livros com esses nomes mais forte da literatura eu lembro da escola e me dá angústia. Acho a linguagem bem complicada e como já fui muito obrigada a ler sobre eu corro deles.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Angelica. Tudo bem? Relaxa, a linguagem do conto não é tão rebuscada. A leitura dele é muito gostosa. Você precisa vencer esse medo, não sabe o que está perdendo. Afinal, você é uma pessoa diferente agora em relação a quem você era na escola. Você cresceu como leitora, logo não será um grande problema você ler algumas coisinhas com uma linguagem mais complexa. Comece aos poucos.
      Obrigada pelo comentário. Beijos, volte sempre.

      Excluir
  20. Olá, tudo bem?
    A única coisa do Machado de Assis que eu li até agora foi Dom Casmurro e me sinto meio mal por isso. Nem sabia que ele tinha escrito contos tão curtinhos. Fiquei interessada e com certeza lerei. Beijos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Roberta. Tudo ótimo e com você?
      Te entendo, também não li tanto quanto eu gostaria de ter lido de Machado, mas ainda há tempo, não é mesmo? hahaha. Que bom que se interessou, você vai amar. Obrigada pelo comentário.
      Beijos, volte sempre.

      Excluir

© Blog Quase Adultas - 2017. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Cute Design.
Tecnologia do Blogger.
http://i.imgur.com/dPkEDcC.png